Fusili integral com alho e tomatinhos

Tenho certeza de que tem gente aí pensando: "Ué, mas ela não postou essa mesma receita esses dias?"
Não. Essa é essa, aquela é aquela. Mas sim, elas são parecidas.

Explico:

Questão 1: Como aqui em casa sou a única consumidora de integrais e verduras, legumes e semelhantes, acabo por ter que repetir o mesmo prato várias vezes para conseguir acabar com um ingrediente. Neste caso, o macarrão.
Questão 2: Passei no mercado agora há pouco e os tomatinhos cereja, que eu tanto adoro, estavam muuuito baratos. E quando eu digo muuuito baratos, eu quero dizer R$ 0,66 a bandeja. Vocês me perdoem, mas correndo o risco de ver alguns irem para o lixo por falta de uso, comprei duas.
Questão 3: Às 2:15 da tarde, quando deveria estar me preparando para ir para a academia, eu estava chegando do mercado. E eu ainda pretendo ir à academia, portanto o almoço precisava ser muito rápido (para que eu tenha tempo de pelo menos fazer uma digestãozinha hehehe).

Em 15 minutinhos o almoço estava pronto e a caminho de ser devorado. E ficou delicioso!

Usei a mesma unidade de medida que usei da outra vez: o "punhado".

Coloquei um punhado de macarrão para cozinhar em água fervente com óleo e sal, e enquanto isso lavei a louça (hehe). Daí piquei um dente de alho e parti oito tomates cereja em quatro partes cada, no sentido longitudinal. Quando o macarrão ficou pronto, escorri e deixei no próprio escorredor enquanto preparei o molho. Na mesma panela, joguei um fio de azeite, deixei aquecer e juntei o alho picado. Quando ficou douradinho adicionei os tomates cortadinhos, refoguei um pouco e dei uma leve esmagada com a colher. Voltei o macarrão à panela, salpiquei manjericão seco por cima (o meu fresquinho ainda está muito pequeno para ter folhinhas amputadas!), e mexi bem. Levei ao prato, joguei um pouco de queijo ralado por cima, bati a foto (hehe) e devorei!

* Rendeu uma porção leve, do tipo enrolex mesmo.

Comentários

Téia disse…
Ba minha linda, pra que mais, este macarrão está perfeito. Ó, a pizza pode ser feita com farinha integral sim, ficará mais durinha, como tudo que é integral. Caso queira manter a textura quase igual, coloque meio a meio, aí quase não dá para notar a diferença, ok? Bj grande.
Elvira disse…
Óptima, essa massa! É exactamente assim que eu goste. E se for com aquele fusilli integral da Garofalo, então...! :-)

Beijos.
Ba disse…
Téia, com a sua agora tenho três receitas para testar! rsrs
Agora só falta a disposição... hahaha
Beijos!


Elvira, realmente fica ótima assim, é muito prática! Não conheço o fusilli da Garofalo... acho que o melhor que tem por aqui é o Barilla.
Beijos
Andreia disse…
Prática e com um aspecto delicioso! Perfeito!

Bjinhos
Ba disse…
Andreia,

Esta é uma receita para se repetir muitas vezes, e principalmente quando não se tem muito tempo! rs

Beijos

Postagens mais visitadas deste blog

Uma fruta linda, estranha e sem gosto

Arroz integral com ervilhas

Empanadas integrais de ricota com espinafre