Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2008

A beterraba que virou sopa

Imagem
Andei vendo tantas beterrabas assadas nos blogs por aí que fiquei na fissura de fazer também.

Então, após dar uma olhada nas várias receitas encontradas, inventei a minha (claro).

Comprei uma bandeja (500 g) de mini-beterrabas. Lavei muito bem, sequei (faça isso com toalhas de papel ou um pano de prato já manchado - depois não diga que não avisei), cortei ao meio e temperei: um fio generoso de azeite, uma colher de sopa de açúcar mascavo (sim, eu queria elas doces) e uma pitada de sal (só pra não faltar). Misturei bem, coloquei em um envelope de alumínio dentro da forma e levei ao forno baixo por uma hora.

Quando provei, confesso que esperava mais. Não sei se faltou tempero, mas ficou quase a mesma coisa que se eu tivesse cozinhado as beterrabas. Nem doces ficaram.

Todo mundo anda falando por aí da tal beterraba assada, eu fico com a cozida mesmo, que fica pronta mais rápido.

Comi algumas no almoço, sim. O resto virou sopa.

* Depois fiquei pensando se não valeria a pena tentar fazer novamen…

Fusili integral (de novo?) com frango e pimentões (ah, bom! rs)

Imagem
Gente, descobri o paraíso. Sério mesmo. Juntando as sobrinhas aqui em casa cheguei a uma combinação fantástica, que vou repetir muuuitas vezes. Amei!!

Adoro pimentões vermelhos e amarelos, principalmente na salada. Acontece que o tempo não tem colaborado muito, e em dias frios não me apetece a saladinha. Admito: minhas saladinhas de saladinhas não têm nada. Elas são costumeiramente monstruosas... hehehe... vou montando diretamente no prato, fazendo camadas de alface, rúcula, tomate, pimentão, manga e o que mais estiver dando sopa, e costumo terminar com queijo branco. No final elas estão sempre enormes - o que não é um problema, mas acaba sendo sempre o prato único do almoço.

Voltando aos dias frios, eu estava com dois pimentões, um vermelho e outro amarelo, já começando a murchar na geladeira. "Vai ter que ser", pensei. E foi.

Cortei os dois pimentões pela metade, no sentido longitudinal, e fatiei, no sentido transversal. Fiz o mesmo com uma cebola pequena. Desfiei um restinho…

A Quiche-iche-iche que quase não foi

Imagem
Que eu sou desatenta não é nenhuma novidade. Mas o que eu fiz com essa quiche, realmente, merece um prêmio. Eu consegui errar a massa duas vezes. DUAS! E ambas por falta de atenção (a gente acha que depois de jogar a primeira massa fora, vai prestar mais atenção na segunda, né... uma ova!).

Tá, eu sei que vocês vão todas rir da minha cara... mas é pra isso que a gente está aqui. Afinal de contas, são aventuras culinárias, não são?

A idéia original era reproduzir (máomeno, né) a receita da Quiche Lorraine Magrinha, da Laila. Com algumas alterações, é claro. Eu não sou muito das coisas light - quer dizer, das coisas artificialmente light. Comidinhas natureba, sim, claro, mas creme de leite light, queijo light... essas coisas prefiro usar na versão normal, mesmo. Eu pretendia, mesmo, era usar a receita substituindo os ingredientes light por normais e usar os meus tomatinhos assados. E então começou a aventura.

A receita separa os ingredientes em duas seções: Recheio e Massa. E você acha que…

Tomatinhos assados

Imagem
Eu tentei. Juro que tentei. Procurei em vááários blogs a receita de tomatinhos assados que tinha visto algum tempo atrás, e não encontrei. Resolvi, então, fazer a minha própria receita, claro.

Detalhe: Depois que fiz a receita do meu jeito (mesmo sabendo que estava muito diferente da original), encontrei. Era esta aqui.

Segue a minha versão:

Em uma tigela grande (nem precisava ser tão grande) ralei dois dentes de alho, juntei um pouco de manjericão seco, duas pitadas de sal e cerca de 1/4 de xícara de azeite (tudo no olho, não medi nada). Misturei bem e reservei.

Levei e sequei bem uma bandejinha (400 g) de tomates cereja, daqueles que eu gosto, os mais compridinhos. Depois cortei cada um no meio, no sentido longitudinal, e juntei ao azeite temperado reservado.

Deixei tomar gosto por cerca de uma hora.

Então virei os tomatinhos em uma assadeira grande, deixei todos com a parte cortada para cima e nenhum sobreposto. Na medida do possível, tentei pegar o temperinho que escorreu no fundo da as…

Sanduíche de pão integral com frango desfiado e salada

Imagem
Andava na fissura de fazer um pão integral na MFP, mas parece que o pão que tinha em casa nunca acabava! E realmente não ia acabar mesmo, acabou mofando!

Tudo bem, sem problemas. Pelo menos assim eu podia meter as mãos na massa sem aquele sentimento de culpa de fazer algo que já tinha em casa.

Não vou me alongar na receita do pão (passo no final do post) - até porque usei a receita do manual da máquina, tal qual está ali. O importante é que, depois das três horas e meia que o ciclo leva, eu ouvi aquele bip que diz: "Pão quentinho saindo!" Ah, e o cheirinho pela casa!

Tudo bem. Deixei esfriar um pouco, como manda o figurino, e de repente lembrei do frango assado na geladeira, e daquele monte de folhas de salada que o frio não me deixa com vontade de comer. "Ah, sanduba!!"

Comi a casquinha de fora do pão com margarina derretendo, só pra ter o prazer (!). Então montei um sanduichinho com frango desfiado, tomatinhos cereja, rúcula, alface roxa, azeite, manjericão seco e sa…

Fusili integral com alho e tomatinhos

Imagem
Tenho certeza de que tem gente aí pensando: "Ué, mas ela não postou essa mesma receita esses dias?"
Não. Essa é essa, aquela é aquela. Mas sim, elas são parecidas.

Explico:

Questão 1: Como aqui em casa sou a única consumidora de integrais e verduras, legumes e semelhantes, acabo por ter que repetir o mesmo prato várias vezes para conseguir acabar com um ingrediente. Neste caso, o macarrão.
Questão 2: Passei no mercado agora há pouco e os tomatinhos cereja, que eu tanto adoro, estavam muuuito baratos. E quando eu digo muuuito baratos, eu quero dizer R$ 0,66 a bandeja. Vocês me perdoem, mas correndo o risco de ver alguns irem para o lixo por falta de uso, comprei duas.
Questão 3: Às 2:15 da tarde, quando deveria estar me preparando para ir para a academia, eu estava chegando do mercado. E eu ainda pretendo ir à academia, portanto o almoço precisava ser muito rápido (para que eu tenha tempo de pelo menos fazer uma digestãozinha hehehe).

Em 15 minutinhos o almoço estava pronto e a cam…

Tem coisas que só uma estufa faz por você

Imagem
Uma floresta de espinafres.


E outra de cebolinhas.

Arroz integral com ervilhas

Imagem
Confesso que ainda estou longe de acertar o ponto do arroz integral, mas esta misturinha ficou tão gostosa que resolvi postar mesmo assim.

Depois da minha resmungada rápida sobre o tempo de cozimento dos alimentos integrais, a Lica me passou o link para uma receita infalível de arroz integral, que a Neide Rigo havia postado. Usando esta receita como base, fiz pouquíssimas alterações para chegar ao resultado que vos apresento, e que adorei!

Arroz integral com ervilhas

Refoguei meia cebola e um dente de alho em um fio de óleo na panela de pressão, mexendo bem. Daí juntei uma xícara de arroz integral e meia xícara de ervilhas e refoguei mais um pouco. Acrescentei quatro xícaras de água (a receita original da Neide Rigo, sem as ervilhas, pede três, então, com a adição das ervilhas, achei que quatro era um bom número rsrs), sal, misturei bem e fechei a panela de pressão. Assim que começou a chiar abaixei o fogo para o mínimo. Deixei cozinhar por 30 minutos (como manda a receita original), abr…

Fusili integral com PTS e tomates cereja

Imagem
* Pra quem não sabe, PTS (Proteína Texturizada de Soja) é a famosa carne de soja.

Eu ando numas de limpeza na despensa e na geladeira. Sabe quando você compra, compra, compra e acaba nunca usando o que está na despensa? Pois é, eu sou assim. Infelizmente. E daí me sinto não apenas jogando dinheiro fora como também ocupando um espaço precioso na minha despensa, que já não é das maiores.

Na verdade, na limpa de hoje nem saiu muita coisa. Principalmente porque PTS é uma coisa que rende, digamos, muuuito. Parece que você usa, usa e nunca acaba.

Como eu queria um almocinho rápido (de novo, afinal de contas, quem é que quer ficar horas na cozinha para preparar almoço só para si mesmo?), dei uma olhada rápida na geladeira e na despensa e me lembrei daquele pacotinho de PTS já dando sopa há meses (não, não sei qual a validade do PTS... ainda mais que compro a granel, não tem informação no pacote :S).

Eu pretendia preparar o PTS refogado com umas abobrinhas que estavam na geladeira, mas cheguei at…

Bolo de chocolate integral

Imagem
[update]
Não entendi bem o que aconteceu, mas o começo do post que eu tinha escrito simplesmente desapareceu, então escrevo de novo! rs (me senti péssima quando vi que justamente o pedaço com a fonte tinha sido omitido...)

Tenho uma amiga que é super fã dos integrais, a Pri. Já comi na casa dela, duas vezes, um bolinho integral de chocolate que é uma delícia. Então achei que já era hora de pegar a receita para fazer em casa.
[/update]

Fiz só meia receita, já que no meu caso a receita é maior do que o número de pessoas da casa (:S), mas passo a receita inteira.

Bolo de Chocolate Integral

Bolo:
3 xíc. far. trigo integral fino
1 xíc. açúcar mascavo
3/4 xíc. óleo
1 3/4 xíc. água
2 col. sopa de chocolate em pó (a receita original pede cacau em pó, mas ela sempre usa o do Padre e agora eu também. O outro deve ficar mais amargo)
3 col. chá de bicarbonato de sódio
raspas de 1/2 limão
1 pitada de sal

Misturar tudo, mexendo bem à mão ou na batedeira. Untar uma forma, espalhar bem a massa e assar em forno méd…

Penne ao Funghi

Imagem
É, no mesmo jantarzinho da mousse fora da dieta teve o macarrão fora da dieta. rs

Esta é a segunda vez que faço esse mesmo prato, com alterações apenas nas quantidades. Fica uma delícia, mas devo avisar: É capaz que engorde até mais do que a sobremesa! rs

Receita adaptada daqui.

Penne ao Molho Funghi (serve 6 pessoas)
40 g de manteiga
1 1/2 cebola média picada
75 g funghi secchi
30 g shiitake seco
200 g champignon fresco
1 litro de creme de leite fresco
sal e pimenta a gosto
700 g Penne grano duro preparado de acordo com as instruções da embalagem (diz-se para calcular 100 g por pessoa, eu sempre coloco um pouco mais para garantir. Nunca se sabe quando vai ter um comilão na mesa! rs)

Lave bem o funghi e o shiitake secos e deixe de molho na água morna por pelo menos 30 minutos (eu sempre acabo deixando mais). Enquanto isso, corte em fatias finas o champignon fresco e reserve.

Após o tempo do molho, coe os cogumelos, reservando a água, pique os pedaços maiores e remova os mais durinhos. Reserve.

Refo…

Mousse de chocolate

Imagem
Esta receita já é tradicional na minha família, todo evento tem que ter. Se faltar, fica gente com aquela cara de "Ué, mas como assim não tem?"

Andei fazendo um jantarzinho aqui em casa e como sei que meu pai é totalmente chocólatra, sabia que esta seria uma ótima escolha de sobremesa. Na verdade sei que se tivesse licor de menta ele ainda acharia melhor, mas aqui em casa não entra pinga (sim, tudo o que tem álcool pra mim é pinga. Estou tentando me preparar psicologicamente para colocar álcool nas comidas, mas ainda não cheguei lá). hehe

Apesar da minha recente febre de comidinhas saudáveis, não posso obrigar todo mundo a me acompanhar, então esta receita é totalmente fora dos parâmetros da minha nova dieta. Mas de vez em quando uma fugidinha é normal em qualquer dieta!

Mousse de Chocolate
4 ovos
8 colheres de açúcar
1 lata de creme de leite sem soro
250 g de chocolate meio amargo

Derreta em banho-maria o chocolate e junte o creme de leite, misture bem (eu aqueço levemente o creme …

Empanadas integrais de ricota com espinafre

Imagem
Ahá, eu e os espinafres novamente... mas agora já está quase acabando! rs

Repeti a receita que tinha adaptado das Empanadas Minué, e adaptei mais um pouquinho - desta vez adicionei sementes de gergelim. Adorei!

Rendeu 14 empanadas de tamanho normal, e como só eu como essas coisas integrais aqui em casa acabei tendo que fazer uma doação para meus avós (que moram muuuito pertinho), mas tenho certeza de que ninguém achou ruim! rsrs

Empanadas Integrais de Ricota com Espinafre

Recheio:
25 g de manteiga
1 dente de alho ralado
1 col chá de cominho em pó
250 g de espinafre picado
300 g de ricota
1 col sopa de queijo parmesão
1 col sopa de azeite (acabei de perceber que esqueci de usar!)
sal, pimenta e noz moscada ralada a gosto

Aqueça a manteiga em uma panela junto com o alho e o cominho. Quando a manteiga fizer espuma e as especiarias estiverem aromáticas, junte o espinafre e refogue até murchar bem. Deixe esfriar levemente e junte a ricota já desmontada e o restante dos ingredientes. Reserve até a hora…