Ando sumida...

Sim, ando sumida daqui. Estou numa fase pouco internética, mas bastante cozinheira.

Eu não sei cozinhar. Quero dizer, sei que minha mão é ótima pra fazer doces, mas na hora de fazer alguma coisa salgada não sei nem por onde começar. Sou daquelas que faz a comida sem sal por medo de deixar salgada, e quando resolvo tentar acertar acabo exagerando.

Agora que não estou trabalhando de manhã tenho mais tempo para fazer algo que sempre quis: aprender a cozinhar de verdade.

De uns dias pra cá ando me aventurando um pouco mais na área salgada da minha cozinha. Fiquei extremamente orgulhosa de mim quando fiz um almoço completo sozinha, sem pedir ajuda para ninguém. E o sal estava no ponto! rsrs

Já fiz vários refogados que não constavam na minha pequena lista de pratos seguros, fiz pela primeira vez lasanha, molho branco e espinafre (olha o tipo da novata), os três no mesmo prato e adorei o resultado. Tá certo, demorei um tanto na cozinha para preparar tudo, mas o resultado foi muito melhor do que eu imaginava.

Fiz também alguns bolinhos doces, mas desses não vou falar porque agora estou feliz pelos salgados.

Sábado passado fiz as Empanadas Minué, receita que tirei do site da Laila, o Comidinhas do Bem. A única alteração que fiz foi trocar metade da farinha de trigo pela integral. O resultado foi excelente, principalmente porque sempre fui muito reticente na hora de fazer massas - por causa da bagunça, da espera para a massa crescer e por não ter uma batedeira com batedor em formato de gancho (ainda compro uma). Mas a massinha dessa empanada não tem nada disso, é só misturar bem os ingredientes numa tigela e usar. Amei. Não bati fotos porque minhas habilidades ainda não estão assim tão boas que eu consiga fazer as bordinhas bonitinhas como devem ser. Estavam deliciosas, mas tinham cara de pastéis. rsrs

Hoje meu post não tem receita, só queria me desculpar pela ausência. Prometo me esforçar mais e aparecer mais vezes.

Beijos
Ba

Comentários

Bete disse…
Boa Noite!
Não fique triste, nada como uma dia após o outro.Tudo vai ficar bem, tenha paciência. Eu sei bem o que é dor. Tenho uma enxaqueca terrível e também artrose na cervical, caminho sempre e pratico Tai chi Chuan.Ah, obrigada por estar acompanhando meu blog.
Bjs e melhoras!
Ba disse…
Oi Bete,
Realmente quando a saúde incomoda é bem chato... mas a gente vai levando, né?
Obrigada pelos votos de melhoras!

Postagens mais visitadas deste blog

Uma fruta linda, estranha e sem gosto

Arroz integral com ervilhas

Empanadas integrais de ricota com espinafre